Defesa de Tese de CELSO BISSOLI SESSA - Curso: Doutorado em Economia

Calendário
Defesas
Data
22.02.2019 8:00 am - 12:00 pm

Descrição

Defesa de Tese do Programa de Pós-Graduação em Economia/CEDEPLAR/FACE/UFMG

Aluno: Celso Bissoli Sessa

Título: Comércio Exterior, Guerra Fiscal e Dinâmica Regional Assimétrica no Brasil e no Espírito Santo”

Orientador: Prof. Édson Paulo Domingues (Orientador) (Participação por videoconferência)

Data da Defesa: 22/02/2019

Horário: 08h00

Local da Defesa: Auditório nº 1  – Bloco de Seminários - Prédio da FACE/UFMG - CAMPUS PAMPULHA

Banca Examinadora:

Prof. Édson Paulo Domingues (Orientador) (Participação por videoconferência)

Profa. Aline Souza Magalhães (CEDEPLAR/FACE/UFMG)

Profa. Débora Freire Cardoso (CEDEPLAR/FACE/UFMG)

Profa. Kênia Barreiro de Souza (UFPR)

Prof. Heder Carlos de Oliveira (UFOP)

 

Resumo: Partindo da constatação de que as ações do Estado foram determinantes para o processo de desconcentração econômica no Brasil e para a intensificação da integração produtiva do mercado nacional, fazendo com que o movimento das diferentes economias regionais estivesse mais atrelado ao movimento geral da economia nacional, essa tese discute os impactos regionais de dois fenômenos decorrentes do abandono do “Estado desenvolvimentista”: a inserção competitiva das regiões nos mercados internacionais, especialmente via commodities, e as guerras fiscais como tentativa de garantir o desenvolvimento das regiões. A partir da utilização de um modelo de Equilíbrio Geral Computável, são simulados os efeitos regionais e setoriais da reversão do ciclo de preços das commodities e de um programa de incentivos fiscais. Sobre a “inserção competitiva”, os principais resultados indicam reduzidos efeitos, e de caráter espúrio, sobre o problema das desigualdades. Sobre a guerra fiscal, os impactos regionais são significativos em termos de emprego, renda, investimento e produção, embora em termos de finanças públicas e de diversificação setorial os resultados não sejam satisfatórios. Diante do desmantelamento das políticas nacionais que tinham como objetivo o desenvolvimento regional e a superação das heterogeneidades regionais, a “inserção competitiva” e a guerra fiscal impõem certos limites ao desenvolvimento, tensionando as relações que integram o país.

Palavras-chaves: Economia Regional, Guerra Fiscal, Comércio Exterior, Equilíbrio Geral Computável.

 Abstract: Based on the observation that state actions were decisive for the process of economic deconcentration in Brazil and for the intensification of the productive integration of the national market, making the movement of the different regional economies more closely linked to the general movement of the national economy, this thesis discusses the regional impacts of two phenomena arising from the abandonment of the "developmentalist state": the competitive insertion of the regions in the international markets, especially via commodities, and the fiscal wars as an attempt to guarantee the development of the regions. From the use of a Computable General Equilibrium model, the regional and sectorial effects of the reversal of the commodity price cycle and a tax incentive program are simulated. Regarding "competitive insertion", the main results indicate small, spurious effects on the problem of inequalities. Regarding the fiscal war, the regional impacts are significant in terms of employment, income, investment and production, although in terms of public finances and sector diversification the results are not satisfactory. Faced with the dismantling of national policies aimed at regional development and the overcoming of regional heterogeneities, "competitive insertion" and the fiscal war impose certain limits on development, stressing the relations that integrate the country.

Keywords: Regional Economics, Fiscal War, Foreign Trade, Computable General Equilibrium.