Defesa de Tese de FRANCISCO ALBERTO MACARINGUE - Curso: Doutorado em Demografia

Calendário
Defesas
Data
25.04.2019 9:00 am - 2:00 pm

Descrição

Defesa de Tese do Programa de Pós-Graduação em Demografia/CEDEPLAR/FACE/UFMG

 

Aluno: Francisco Alberto Macaringue

 

Título: “Tendências de fecundidade em Moçambique (1987-2007): Nível, padrão etário, parturição progressiva e intervalo entre nascimentos”

 

Data da Defesa: 25/04/2019 (Quinta-feira)

Horário: 09h00

 

Orientadora:    

Profa. Adriana de Miranda Ribeiro (CEDEPLAR/FACE/UFMG)

Coorientadora:               

Profa. Laura Lídia Rodríguez Wong (CEDEPLAR/FACE/UFMG)

 

Banca Examinadora:     

Profa. Adriana de Miranda Ribeiro (CEDEPLAR/FACE/UFMG)

Profa. Laura Lídia Rodríguez Wong (CEDEPLAR/FACE/UFMG)

Profa. Ana Paula de Andrade Verona (CEDEPLAR/FACE/UFMG)

Profa. Cláudia Júlia Guimarães Horta (Fundação João Pinheiro/MG)

Prof. Rogelio Eduardo Fernandez Castilla (Universidad Nacional de Catamarca – Argentina) (Participação por videoconferência)

Prof. Elisio Sebastião Mazive (INE - Moçambique) (Participação por videoconferência)

 

Local da Defesa: Auditório nº 4 – Bloco de Seminários - FACE/UFMG - CAMPUS PAMPULHA

 

RESUMO:

A compreensão da evolução da fecundidade desempenha um papel importante na dinâmica demográfica. As mudanças da fecundidade têm um impacto direto no crescimento da população, principalmente para os países com altas taxas de crescimento. No entanto, a qualidade de dados é importante, especialmente, para países em desenvolvimento, como é o caso de Moçambique, onde a informação do registro civil é deficiente e os censos e as pesquisas domiciliares são a principal fonte de informação. Este trabalho tem como objetivo contribuir para uma melhor percepção do nível da fecundidade mais recente, analisar a evolução da fecundidade em Moçambique no período 1987 a 2007. São utilizados os dados dos Censos Demográficos de 1997 e 2007, disponibilizados pelo IPUMS e as histórias de nascimentos reconstruídas a partir das duas edições do censo. A reconstrução das histórias de nascimentos foi feita a partir dos dados de residentes no domicilio e de uma metodologia de pareamento que imputa dos dados faltantes. O trabalho combina vários métodos indiretos, que têm como objetivo a estimação e correção dos resultados. Para a análise das tendências, são apresentadas séries históricas das taxas de fecundidade total (TFT), taxas específicas de fecundidade, razões de progressão por parturição (RPP) e de intervalos entre nascimentos. O Método dos Filhos Próprios foi utilizado para validar a tendência da série histórica das TFT e o Método P/F de Brass foi utilizado para correção do nível das TFT. Os resultados são apresentados segundo 4 aglomerados populacionais: Moçambique (total da população), Maputo Metropolitano, Resto Urbano e Rural; e duas categorias educacionais: primário incompleto e primário completo. 

Os resultados apontam para um ligeiro declínio da fecundidade no país de 1997 a 2007. No entanto, as mulheres em Maputo Metropolitano e com ensino primário completo, tem vindo a registrar uma queda da fecundidade mais pronunciada. O declínio observado nessa região teve o seu início nos anos 1980. Usando as RPP os resultados sugerem um declínio parturições de ordem superior nas coortes mais velhas. Os IN são mais longos entre as mulheres com ensino primário, residentes em Maputo Metropolitano e no Resto Urbano. O declínio da fecundidade nestes dois aglomerados pode impulsionar a queda da fecundidade em Moçambique.

 ABSTRACT:

Understanding the evolution of fertility plays an important role in demographic dynamics. Fertility changes have a direct impact on population growth, especially for countries with high growth rates. However, data quality is important, especially for developing countries, as is the case in Mozambique, where vital statistics are still unreliable and censuses and household surveys are the main source of information. This work aims to contribute to a better perception of the most recent level of fertility, to analyze it evolution between 1987-2007. Data from the 1997 and 2007 Demographic Census, made available by IPUMS, and the reconstructed birth stories from the two census editions are used. The reconstruction of birth histories used household members data and a methodology that uses a pairing process to input missing data. The work combines several indirect methods, which aim to estimate and correct the results. For the analysis of trends, we present historical series of: Total fertility rate (TFR), Age specific rates, parity progression ratios and birth Intervals. The Own Child Method was used to validate the trend of the TFR historical series and the Brass P/F Method was used to correct the TFR level. The results are presented according to four agglomerates: Mozambique, Metropolitan Maputo, Urban Rest and Rural; and two educational categories: incomplete primary education and complete primary education.

The results point to a slight decline in fertility in the country from 1997 to 2007. However, women in metropolitan Maputo and with complete primary education would have a more pronounced fall in fertility. The decline observed in this region had its beginning in the 1980s. Using the parity progression ratios the results suggest a decline in higher order parity in older cohorts. The birth intervals are wider among women with complete primary education, residing in Metropolitan Maputo and in the urban rest. We believe that fertility decline these strata can boost fertility decline in Mozambique.