Defesa de Dissertação de Eduardo Luiz Cury - Economia

Calendário
Defesas
Data
16.02.2018 9:00 am - 1:00 pm

Descrição

Defesa de Dissertação do Programa de Pós-Graduação em Economia/CEDEPLAR/FACE/UFMG

 

Título: “O processo de financeirização e a evolução do mercado de trabalho do setor financeiro no Brasil"

Aluno: Eduardo Luiz Cury

Data da Defesa: 16/02/2018

Horário: 09h00

Orientadora:      Profa. Ana Maria Hermeto Camilo de Oliveira (CEDEPLAR/FACE/UFMG)

 

Banca Examinadora:   

Profa. Ana Maria Hermeto Camilo de Oliveira (CEDEPLAR/FACE/UFMG)

Profa. Sueli Moro (CEDEPLAR/FACE/UFMG)

Prof. Mário Marcos Sampaio Rodarte (CEDEPLAR/FACE/UFMG)

 

Local da Defesa: Auditório nº 3  – Bloco de Seminários - Prédio da FACE/UFMG - CAMPUS PAMPULHA

 

RESUMO: Este trabalho apresenta a evolução do mercado de trabalho do setor financeiro no Brasil entre 1990 e 2015. A partir de um estudo microeconométrico, com recortes de gênero, escolaridade, etário e região, o trabalho apresenta a evolução do setor financeiro vis-à-vis os outros setores da economia. Regressões quantílicas são estimadas para investigar o prêmio do setor financeiro ao longo da distribuição de rendimentos do trabalho. Um exercício de equilíbrio parcial é realizado para auferir o impacto e a evolução na desigualdade de rendimentos do trabalho do setor financeiro. A abordagem teórica utilizada caracteriza o processo de financeirização como um fenômeno na economia capitalista que leva a um padrão de acumulação em que a obtenção de lucros ocorre cada vez mais por meio de canais financeiros e não por meio do comércio e da produção de bens e serviços. Tal processo está relacionado com a profunda desregulamentação do setor financeiro nas economias centrais a partir dos anos 1980. 

 

ABSTRACT: This work presents the evolution of the labor market of the financial industry in Brazil between 1990 and 2015. From a microeconometric study, cutouts by gender, schooling, age and region, the work presents the evolution of the financial sector in relation to the others sectors of the economy. Quantile regressions are estimated to investigate the financial sector premium over the distribution of earns income. A partial equilibrium exercise is carried out to gauge the impact and evolution of income inequality in the financial sector. The theoretical approach used define financialization as a pattern of accumulation in which profits accrue primarily through financial channels rather than through trade and commodity production. These process is related to deep deregulation of the financial sector in the central economies from the 1980s.