Para o desenvolvimento de suas atividades, o Cedeplar conta com o apoio financeiro de instituições como o CNPq, CAPES, FINEP, o Fundo de População das Nações Unidas - UFNPA, a Fundação Rockfeller, a Fundação Hewlett e de outros organismos nacionais e internacionais, além de fundos provenientes de acordo de empréstimo firmado entre o Governo Brasileiro e o Banco Mundial, para o Desenvolvimento Interinstitucional de Ciências Ambientais (PADCT).

Estes acordos visam a capacitação técnica de recursos humanos e a obtenção de recursos materiais para o desenvolvimento dos diversos programas em curso e em vias de implementação no Centro.

Convênios de Cooperação Técnica e Intercâmbio Institucional "Sul-Sul"

Têm sido firmados convênios de cooperação técnica e intercâmbio de tipo "Sul-Sul", com instituições nacionais e internacionais, necessários à consolidação do Cedeplar como Centro de ensino e pesquisa internacional. Nesse sentido, foram firmados convênios com o Centro Latino-Americano de Demografia - CELADE e com a Universidade Eduardo Mondlane de Moçambique. Esses convênios visam o intercâmbio de professores e estudantes, a permuta de material didático e informações, organização de seminários, simpósios, congressos científicos bilateriais e multilaterais, entre outros.

Convênios de Cooperação Técnica e Intercâmbio Institucional "Norte-Sul"

Os convênios de cooperação e intercâmbio Norte-Sul, firmados com universidades consolidadas de países desenvolvidos, visam o intercâmbio de professores e estudantes em programas interdisciplinares. Vale destacar os convênios firmados com a Universidade da Flórida, a Universidade do Texas e a Universidade de Wisconsin.

Com a primeira, o intercâmbio de docentes e alunos visa programas interdisciplinares na área de meio-ambiente, dos quais, da parte brasileira, participam o Cedeplar e o Instituto de Ciências Biológicas em Ecologia, Conservação e Manejo da Vida Silvestre da UFMG e, pela Universidade da Flórida, as áreas de Ciências Biológicas e Sociais.

O convênio com a Universidade do Texas em Austin tem como objetivo o desenvolvimento de estudos populacionais brasileiros naquela universidade. Neste sentido, o convênio prevê o intercâmbio de professores e alunos daquela universidade com centros de estudos demográficos brasileiros, como o NEPO-UNICAMP e o Cedeplar.

Finalmente, o convênio com a Universidade de Wisconsin envolve três centros daquela instituição e outros três centros de países latino-americanos: o CEDDU (México), o PCP (Costa Rica) e o Cedeplar. Visa promover o treinamento interdisciplinar nas áreas de população e saúde, incluindo os seguintes temas de pesquisa: saúde e bem-estar dos idosos; saúde materna e infantil; organização familiar e saúde; e condições de saúde das populações sob stress.